Big data acelera investimentos em TI das seguradoras na América Latina

Share

Uma pesquisa com diretores de tecnologia de empresas seguradoras da América Latina, feita pela Celent, empresa de pesquisa e assessoria que oferece suporte a instituições financeiras, indica que 85% dessas firmas estão trabalhando em sua transformação digital.

“Projetos de transformação digital e inovações em tecnologia da informação são a principal prioridade dos CIOs, seguida da substituição de sistema e domínio sobre dados e analytics”, diz o autor do relatório, o analista sênior da Celent na área de seguros, Juan Mazzini.

O relatório “Seguros na América Latina. A perspectiva do CIO” destaca ainda que a maioria das seguradoras na região está dedicando menos de 2% das receitas com tecnologia da informação, enquanto uma parte pequena delas fará aportes superiores a 4% do faturamento este ano. “A média de investimento vai crescer durante o 2015”, diz o documento.

O aporte em análise de dados está ligado a estratégia de se aproximar cada vez mais do cliente paraentender, melhor que ninguém, as preferências, necessidades, os interesses e os comportamentos deles. Coletar informações sobre a utilização do que os consumidores fazem dos produtos e serviços, pode ser um facilitador que permite que se monetize os dados que giram em torno deles, transformando-os em serviços adicionais de valor agregado para os clientes.

CQCS

Share