Conheça os ricaços que não deixarão suas fortunas para os filhos

Bill Gates
Share

Alguns dos homens mais ricos do mundo tomaram uma decisão peculiar: não deixarão todo o seu patrimônio para seus herdeiros; saiba os motivos que os levaram a tomar tal decisão

O destino das grandes heranças do mundo nem sempre é previsível. Deixar para os filhos e netos o patrimônio acumulado durante uma vida pode parecer lógico para muitas famílias, mas não para todas. Alguns bilionários já avisaram: não deixarão suas fortunas para seus rebentos. Isso não significa, claro, que os filhos de magnatas como Bill Gates e Warren Buffett ficarão sem um tostão de seus pais. Contudo, eles e outros tantos bilionários já doaram, inclusive, a maior parte de suas fortunas para a caridade ou para pesquisas científicas, como é o caso de Gates e sua esposa, Melinda.

Saiba quem são os empresários e artistas que compartilham a mesma visão que Gates:

warren-buffett-01-original

Warren Buffett

Warren Buffett
O magnata Warren Buffett é investidor e filantropo, além de ocupar o posto de quarto homem mais rico do mundo. Presidente do conselho e diretor executivo da Berkshire Hathaway, uma empresa de investimentos, ele prometeu doar 99% de sua fortuna antes de morrer. Começou anunciando o direcionamento de 83% para a Fundação Gates, de acordo com a revista Fortune. Buffett afirmou que quer dar aos seus filhos “o suficiente para que eles sintam que podem fazer tudo, mas não o bastante para que eles acharem que não precisam fazer nada”.

Michael Bloomberg

Michael Bloomberg

Michael Bloomberg
O empresário e político norte-americano Michael Bloomberg recebe um dólar por ano por seu trabalho como prefeito de Nova York. Isso porque seu patrimônio líquido já está acumulado em 27 bilhões de dólares. Mas Bloomberg também é um ávido filantropo e já doou milhões para a Universidade Johns Hopkins, a Carnegie Corporation e diversas instituições sem fins lucrativos. Em carta à The Giving Pledge – uma campanha que estimula as pessoas mais ricas do mundo a doarem grande parte de suas fortunas para causas sociais -, ele afirmou que “boa parte do meu patrimônio será doado daqui a alguns anos ou deixado para a minha fundação”.

Gene Simmons

Gene Simmons

Gene Simmons
Baixista e vocalista da banda de rock Kiss, Gene Simmons pode ser considerado um homem que construiu sua carreira sozinho. Nascido em Israel, ele se mudou para o bairro do Queens, em Nova York, com a mãe e começou um grupo que acabaria vendendo mais de 100 milhões de discos ao longo dos anos. Simmons quer o mesmo para seus filhos Nick e Sophie. Ele disse para a CNBC (um canal de negócios da NBC) uma vez que “em termos de herança, eles terão o suficiente para viverem seguros, mas não ficarão ricos com a minha fortuna. Isso faria com que eles levantassem todos os dias da cama e saíssem para trabalhar, traçando os próprios caminhos”. Ainda não se sabe para onde vão os 300 milhões de dólares do roqueiro depois que ele se for.

Bill Gates

Bill Gates

Bill Gates
O fundador da Microsoft, Bill Gates, é o segundo homem mais rico do mundo, segundo a Forbes. Mas ele e a esposa Melinda não estão interessados em guardar o dinheiro para eles mesmos ou para os filhos. “Eu não gostaria da ideia de dar tudo para os meus filhos. Isso não seria bom para eles ou para a sociedade”, disse ao jornal The Sun, em 2010. Em 2000, o casal fundou a fundação Bill & Melinda Gates, que hoje já possui 38,3 bilhões de dólares em ativos e ajuda a desenvolver pesquisas para cura da Aids. A organização foi a responsável pela criação da campanha The Giving Pledge que convida as pessoas mais ricas do mundo a doar grande parte de suas fortunas.

Jackie Chan

Jackie Chan

Jackie Chan
O ator Jackie Chan anunciou em 2011 a decisão de doar metade da sua fortuna para associações de caridade quando morrer. Ele ainda acrescentou que não planeja deixar para seu filho Jaycee todos os milhões de dólares que ganhou ao longo da carreira. “Se ele for capaz, vai saber ganhar o próprio dinheiro. Se não for, estará apenas desperdiçando o meu”, declarou ao canal NewsAsia.

Pierre Omidyar

Pierre Omidyar

Pierre Omidyar
Desde que Pierre Omidyar se tornou um bilionário, aos 31 anos, o fundador do eBay fez das doações um trabalho. A maioria de sua fortuna vai para os mais necessitados ao invés de para seus três filhos, de acordo com a revista Forbes. Ele iniciou sua participação no The Giving Pledge em 2010 e continuamente transfere ações do eBay para o seu próprio fundo filantrópico chamado Omidyar Network. Pierre e a esposa são os maiores doadores para a campanha que luta contra a indústria do tráfico humano.

Nigella Lawson

Nigella Lawson

Nigella Lawson
A chef de cozinha Nigella Lawson é uma autora britânica best-seller e uma personalidade televisiva. Fez a sua fortuna antes mesmo de se casar com magnata da publicidade e colecionador de arte, Charles Saatchi. Embora ela tenha nascido em uma família rica, não pretende dar a mesma vantagem aos seus dois filhos. “Estou determinada a não deixar meus filhos em uma situação financeira segura. Não ter que ganhar dinheiro é um fato que destrói as pessoas”, afirmou. Ela justificou dizendo que não pretende deixar seus filhos completamente desamparados financeiramente, mas acrescentou que eles terão de se sustentar quando terminarem a escola.

Ted Turner

Ted Turner

Ted Turner
Robert Edward Turner, magnata da mídia e filantropo conhecido como Ted Turner, é um dos grandes sócios do grupo Time Warner. Conhecido não só por ganhar dinheiro, também é popular por fazer recorrentes doações. Depois de fazer sua fortuna com a fundação dos canais CNN e TBS, Turner já chegou a doar literalmente bilhões de dólares para causas sociais, como a Fundação das Nações Unidas. O empresário tem cinco filhos, frutos de três casamentos, mas eles não devem esperar uma gorda herança do pai, que disse, em 2010, estar “quase à beira da pobreza” e que só queria dinheiro suficiente para cobrir os gastos quando ele morrer.

Andrew Lloyd Webber

Andrew Lloyd Webber

Andrew Lloyd Webber
Tendo acumulado centenas de milhões de dólares e se tornado um dos maiores compositores teatrais do mundo, Andrew Lloyd Webber pretende usar sua fortuna para encorajar o ensinamento das artes. Ele disse uma vez que “testamento é uma coisa que você começa a pensar quando chega na minha idade. Eu não acho que deveria ter peso sobre crianças e netos. Ele deve ser usado para inventivar as artes”. Os cinco filhos do compositor ficarão com o suficiente para se manterem, mas a maior parte irá para programas de arte.

George Lucas

George Lucas

George Lucas
O produtor e diretor George Lucas começou a participar da campanha The Giving Pledge em julho de 2010, prometendo doar, pelo menos, metade da sua fortuna para instituições de caridade. “Dedico a maioria de todo o meu dinheiro no aprimoramento da educação”, disse. Pai de quatro filhos, George declarou que iria vender a LucasFilm para a Disney por 4 bilhões de dólares e destinaria toda a renda para doação.

Fonte: Veja

Share