Empreender: opção para Corretor em época de crise

Share

Numa visão mais simplista, podemos entender como empreendedor aquele que inicia algo novo, que vê o que ninguém vê, que realiza antes. Aquele que sai da área do sonho, do desejo e parte para a ação. Ser empreendedor significa, acima de tudo, transformar a idéia em um processo prático no qual todos ganham. Seguindo este raciocínio, o tema Empreendedorismo foi discutido durante evento realizado pela Escola Nacional de Seguros, em São Paulo.

Na ocasião o palestrante Dado Schneider, doutor em comunicação, abordou atitudes assertivas para o empreendedorismo no setor de Seguros. Para ele, o corretor precisa saber viver no século XXI com uma postura mais assertiva e produtiva. “Acreditar em si mesmo e não ter medo de errar são requisitos básicos para uma atitude empreendedora”, diz.

Além disso, ter força de vontade e ideias diferenciadas são carências que encontramos no mercado de trabalho. “Quem trabalha no mercado precisa gostar de gente e fazer isso com prazer”, diz. Ele completa ainda que o conhecimento e vivência também contribuem com um novo olhar, uma maneira diferente de criar as coisas. “É disso que precisamos cada vez mais”, finaliza.

CQCS

Share