Empresa britânica cria bateria que mantém iPhone 6 ligado por até sete dias

Share

A empresa britânica Intelligent Energy desenvolveu o protótipo de um iPhone 6 com uma bateria que promete manter o dispositivo ligado por até sete dias. O sonho de consumido para qualquer usuário, não é mesmo?

A tradicional bateria de lítio foi substituída por um modelo que gera eletricidade a partir da reação química entre o hidrogênio e oxigênio. A liberação de vapor e calor do processo exigiu a criação de algumas saídas de ar na traseira do aparelho.

A Intelligent Energy também desenvolveu um carregador baseado na mesma tecnologia –chamado Upp– para repor o hidrogênio do aparelho a partir do conector do fone de ouvido.

O protótipo foi desenvolvido para provar que a nova bateria seria compatível com o smartphone da Apple, sem a necessidade de alterar o tamanho e/ou a forma do dispositivo. A grande questão, no entanto, é quando –e se– a opção estará à disposição do mercado.

Em entrevista ao jornal britânico “The Telegraph“, a empresa britânica afirmou que a primeira grande implementação do novo sistema de carga será feita em torres de celulares em toda a Índia ao longo das próximas semanas.

O diretor-executivo da Intelligent Energy, Henri Winand, revelou ainda ter um “grande parceiro” –dando a entender que seria a Apple, mas não especificou o nome– para levar a tecnologia para o bolso dos usuários dentro de dois anos.

Vale lembrar que a Apple buscado investir na melhoria do desempenho da bateria de seus aparelhos, com o registro de diversas patentes sobre o assunto. A empresa, no entanto, ainda não apresentou avanços significativos nos seus últimos lançamentos.

Atualmente, os iPhones 6 e 6 Plus são alimentados por baterias de íon de lítio de 1.810 mAh e 2.915 mAh, respectivamente. O que garante, segundo a empresa, uma durabilidade de um dia de uso intenso.

UOL

Share