Pesquisa revela principais hábitos dos viciados em smartphones

Share

Você consegue ficar apenas um final de semana sem mexer no seu smartphone? Uma matéria divulgada no inicio do mês, pelo portal Online Colleges, mostra os principais hábitos das pessoas que não conseguem largar seus aparelhos celulares.

Entre as diversas revelações, por exemplo, a pesquisa aponta que existem pessoas que preferem deixar de tomar banho ou de fazer sexo a passar apenas um final de semana sem usá-los.

Com base no estudo feito pelos sites Gazelle, Nielsen ComScore, PRNewswire, Pew Internet e MSNBC, o Online Colleges desenvolveu um infográfico grande e detalhado, especificando os principais dados da pesquisa.

A parte inicial do gráfico, nomeado por “Telefones inteligentes, usuários dedicados”, revelou que 65% dos portadores de iPhones abordados durante a pesquisa, dizem não conseguir viver sem os celulares, enquanto 40% deixariam o famoso cafezinho de lado e 18% deixariam de tomar banho todos os dias. No entanto, o mais extraordinário dessa pesquisa, foi que 15% dos entrevistados preferem passar o final de semana com seus smartphones ao invés de fazer sexo.

O gráfico também revela como os “viciados em smartphones” preferem gastar seu tempo. Entre eles estão: games, previsão do tempo, redes sociais, mapas, música, notícias, entretenimento, finanças, filmes e compras, seguindo esta norma. Entretanto, a pesquisa divulga também, que os usuários do iPhone chegam a gastar em média 15 horas por mês com jogos.

A admiração pelo smartphone é tão intensa que 58% usam seus celulares em festas ou algum outro evento. Um bom exemplo disso é o nível de fotos postadas e compartilhadas no Facebook. Até enquanto curtem na balada, eles não conseguem abandonar o hábito de mexer no smartphone.

Outro fator curioso divulgado pelo site é que grande parte dos usuários chega a se desfazer de outros aparelhos eletrônicos por causa da praticidade que o chamado “celular inteligente” proporciona: 70% abandonam seus MP3 players, 55% largam as câmeras digitais, e 40% param de usar navegadores de GPS. Afinal, para que usar tantos aparelhos eletrônicos se no smartphone há todas as funções de que você precisa?

Fonte: Visão – Comunicação e Marketing

Share