Seguradoras se preparam para indenizar segurados de Xanxerê

Share

Três cidades do oeste do Estado de Santa Catarina foram atingidas por um tornado com ventos que podem ter variado de 100km até 300km por hora, na tarde da última segunda-feira (20). O local mais atingido foi Xanxerê, que teve duas vítimas fatais, 120 pessoas feridas, mais de 2600 casas danificadas e ainda possui cerca de mil desabrigados.

A Liberty já iniciou seu processo de contingência e deslocou dois profissionais ao local (um responsável pelos seguros automóvel e residencial e outro pelo seguro empresarial) para analisar o ocorrido e avaliar o número de sinistros. Até o final da tarde de ontem (22), a empresa havia validado 30 sinistros, sendo 20 dos ramos residencial e empresarial e dez de auto.

“O seguro residencial é o que deverá ter o processo de maior agilidade”, disse Marcio Probst (foto), diretor de sinistro Auto da Liberty, completando ainda que a seguradora também registrou sinistros nos municípios de Faxinal dos Guedes e Ponte Serrada.

Para conceder o benefício – que será fornecido por meio de conta bancária –, a seguradora realizará uma espécie de laudo social (confirmação com vizinhos, por exemplo), uma vez que muitos moradores perderam a documentação necessária para comprovar que é o dono do imóvel. “Nosso objetivo é facilitar este momento para as pessoas”, salientou o executivo.

Com as dificuldades de comunicação – alguns pontos permanecem sem telefonia, energia e internet – a empresa ainda não tem informações sobre o número exato de clientes. Por enquanto, a seguradora sabe que possui 1300 clientes na região, entre segurados de automóvel, residência e empresarial. Para adiantar os trabalhos, ela utiliza uma ferramenta de geo-marketing para identificar a localização das suas apólices e, assim, iniciar um contato proativo com os clientes para verificar quais problemas eles enfrentam e acelerar os processos de assistência.

A empresa também enviou um comunicado aos corretores, segurados e a área comercial da companhia no local para agilizar o processo.

Já a Bradesco informou na manhã desta quinta-feira, 23, que enviou uma equipe de técnicos à cidade. Eles irão coordenar o trabalho de coleta de informação que permita ao Grupo agilizar o pagamento a seus segurados que tiveram – em suas residências, automóveis ou estabelecimentos comerciais -, algum tipo de perda provocada pelo tornado.

Kelly Lubiato e Lívia Sousa
Revista Apólice

Share