Mercado de planos de assistência à saúde cresce 3,2% em um ano

Share

Um levantamento da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), com base em dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), aponta que o crescimento do setor de Saúde Suplementar – considerando planos de assistência médica e planos odontológicos – foi de 3,2% entre março de 2014 e março de 2015. Olhando para dezembro de 2013 a dezembro de 2014, o crescimento havia sido de 3,5%.

Somente o número de beneficiários de planos médicos aumentou 2,1% entre março de 2014 e março de 2015, totalizando 50,8 milhões de milhões de vidas. A taxa de crescimento neste segmento havia sido de 2,7% entre dezembro de 2013 e dezembro de 2014, mostrando desaceleração da expansão – fruto da atual situação macroeconômica, em especial dos dados de emprego e renda que seguem movimento descendente. Ainda assim, nota-se o aumento contínuo da participação econômica do setor tendo em vista que o crescimento populacional não chega a 1%.

Os planos exclusivamente odontológicos mantiveram estável a taxa de crescimento, com aumento de 5,7%, alcançando 21,4 milhões de beneficiários em todo o País. Entre dezembro de 2013 e dezembro de 2014, o crescimento havia sido 5,6%.

Confira a distribuição do crescimento em detalhes:

Região – O Centro-Oeste foi a região que apresentou maior crescimento no número de beneficiários de planos de assistência médica no período, registrando expansão de 7,2%, com total de 3,1 milhões de beneficiários. O crescimento de beneficiários de planos exclusivamente odontológicos foi mais intenso na Região Norte, com aumento de 10,9%, abrangendo 1,0 milhão de vidas.

Tipo de Contratação – Planos coletivos empresariais se expandem: planos de assistência médica de contratação coletiva empresarial atingiram 33,8 milhões de beneficiários em março de 2015, com elevação de 2,7% na comparação com março 2014. Os planos individuais tiveram expansão de 1,3%, na mesma base de comparação.

Segmentação – Hospitais e Ambulatórios: planos com segmentação hospitalar e ambulatorial foram os que mais cresceram entre março de 2015 e março de 2014, com expansão de 3,4. Ao todo, são 42,7 milhões de beneficiários de planos médicos com este tipo de assistência.

Abrangência – Os planos médicos com abrangência em Grupo de Estados foram os que mais cresceram, com 3,5% entre março de 2014 e março de 2015, totalizando 3,2 milhões de beneficiários. Ressalta-se que 42,4% dos beneficiários de planos de assistência médica têm planos com cobertura Nacional e 40,2%, em Grupo de Municípios.

Faixa etária – A faixa de idade entre 35 e 39 anos teve o maior avanço entre as faixas etárias, com expansão de 6,0% em março de 15 ante março de 2014. A segunda faixa com o maior crescimento foi a dos beneficiários com 80 anos ou mais, com variação positiva de 5,7% na mesma base de comparação.

L.S.
Revista Apólice

 

Share