Perfil e endereço fazem seguro de carros, custar até metade do preço

Share

A contratação de um seguro para automóvel no Brasil funciona como um “catadão” de critérios estatísticos. Se, há alguns anos, apenas tipo e preço do modelo importavam na hora de chegar ao valor da apólice, hoje cada detalhe da vida particular do cliente interfere na cotação.

Por meio dos chamados “questionários de análise de risco”, as seguradoras usam idade, sexo, estado civil, cidade, bairro e várias outras informações para dizer o quanto uma determinada pessoa deve pagar pelo serviço. “Os valores estão cada vez mais personalizados. O objetivo é não onerar, nem afugentar quem oferece menos riscos de gerar sinistros”, justifica Neival Freitas, diretor-executivo da FenSeg (Federação Nacional de Seguros).

UOL Carros conversou com especialistas da área e listou cinco situações que geram bons descontos no preço final da apólice. Também apontamos outras cinco hipóteses que podem fazer o seguro custar quase metade do valor do seu carro. Usamos como critério inicial o perfil de um homem de 27 anos, morador de São Paulo (SP), solteiro, formado e com emprego fixo.

A cotação cai quando…

Mais cuidadosas, mulheres pagam sempre mais barato pelo seguro; problema é quando ela é jovem e acabou de tirar a CNH: aí o valor sobe

1. O contratante já é cliente e não possui histórico de sinistros:

Quanto mais tempo se é cliente da mesma empresa, maior será o desconto para a próxima renovação. Isso, claro, se o dono do veículo não acionar o seguro nesse período. É a chamada “classe de bônus”.

Claro, há um limite na pontuação de cada seguradora, geralmente entre oito e dez pontos, o que leva a descontos máximos de 50%.

2. O condutor é mais experiente e estudado:

Quem já passou dos 25, possui Carteira de Habilitação há mais de cinco anos, é formado e tem emprego fixo pode pagar até 35% menos em um seguro.

3. O motorista possui garagem e alarme;

4. O modelo está fora da “lista negra” de mais roubados;

5. O condutor é mulher e casada;

A cotação sobe quando…

1. A região é considerada “de risco”;

2. O motorista é recém-habilitado;

3. O carro foi blindado;

4. O modelo é esportivo;

5. O contratante mora em cidade grande.

Share