Queda na produção de carros afeta venda de seguro

Share

O mau desempenho da indústria automotiva acende uma luz amarela no setor de Seguros. Dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), mostram que a produção do setor em fevereiro registrou queda de 28,9%, para 200,1 mil unidades produzidas. O presidente da entidade, Luiz Moan, disse que o desempenho ficou abaixo do esperado. E o que isso tem a ver com o mercado de Seguros?

Tudo! Se há queda na produção, possivelmente haverá menos venda de seguro de carro. O vice-presidente do Sincor-SP, Boris Ber, lembra que a venda de veículos novos é fundamental para o incremento da carteira de veículos. “Os veículos vão ficando velhos e com o tempo o Seguro total passa a não ser tão interessante ao segurado”, afirma. Atualmente, cerca de 85% das vendas do seguro de carro resultam da compra de um carro zero na concessionária.

Nesse cenário, Ber faz um alerta para que as seguradoras tornem o seguro mais acessível para carros com mais de três anos de uso. Outra medida que daria um impulso no setor seria o seguro popular, pois por ter um preço mais acessível em razão do uso de peças genuínas, ajudaria a trazer para o mercado segurador clientes que hoje não compram seguro para carros acima de cinco anos de uso por considerar o preço elevado.

E você, Corretor, como pretende driblar esse momento?

Share